Geral

Aliexpress é Trabalho Escravo?

Trabalho escravo na Aliexpress

Dizem por aí que a Aliexpress é trabalho escravo e a grande maioria das pessoas quando conhecem a Aliexpress ficam supresas e não acreditam nos preços baixíssimos e na grande quantidade de produtos principalmente de roupas e acessórios. É comum elas se perguntarem (e confesso que também já fiz essas perguntas várias vezes) se a Aliexpress é confiável, se os produtos realmente chegam, etc. Para quem nunca comprou na Aliexpress e não tem idéia quando falamos em preços baixos, basta dar uma navegada pela Aliexpress e comparar o preço de produtos similares vendidos no Brasil.

Depois que o produto chega e a gente confirma que a Aliexpress é real, que os produtos são baratos e de boa qualidade, como os chineses  conseguem produzir algo tão barato e ainda ter lucro? Se o mesmo produto fosse produzido no Brasil o seu preço de custo seria umas 5x maior que o preço de venda da Aliexpress. Nesse contexto surge a pergunta que não quer calar:

Será que a Aliexpress é trabalho escravo?

 

Pedido de Ajuda de um Escravo da Aliexpress

Na internet existem vários relatos de compradores que receberam um bilhete com um pedido de ajuda junto com o seu produto comprado na Aliexpress. Uma compradora recebeu o bilhete junto com sua blusa que continha a mensagem: “I´m slave, please help me”  (“Sou escravo, por favor me ajude”).

Veja a reportagem completa sobre o bilhete com o pedido de ajuda aqui.

A ONG chinesa Laogai que divulga e combate o trabalho escravo na China, publicou um relatório denunciando várias empresas que utilizam trabalho forçado na China, sendo que 2 dessas empresas vendem através do Alibaba que é o grupo controlador do Aliexpress. Quem tiver curiosidade de saber mais sobre o trabalho escravo na China dá uma olhada no site da Laogai.

O relatório com a lista das empresas que utilizam mão de obra escrava publicado pela Laogai pode ser encontrado  nesse link.

A mão de obra barata é o fator principal do sucesso e um grande diferencial da China na economia mundial. Além do trabalho escravo o custo irrisório da sua mão de obra é possível através de :

  • Oferta abundante de mão de obra, a população da China é de 1 bilhão e 357 milhões de pessoas.
  • Exploração de mulheres na indústria têxtil.
  • Alto número de imigrantes ilegais.

É importante ressaltar que a Aliexpress não é a única empresa do mundo acusada de envolvimento com trabalho escravo. Gigantes varejistas como o Primark (Reino Unido), Zara, Rennner, Pernambucanas, Marisa e C&A já foram acusadas e autuadas por envolvimento com trabalho escravo.

Se alguns dizem que a Aliexpress é trabalho escravo, elas estão desinformadas. Apesar de existirem denúncias e evidências de trabalho escravo na China, existem também muitos boatos e nunca saberemos ao certo o que acontece naquele país. O que sabemos com certeza é que a Aliexpress é uma empresa séria e possui normas rígidas para identificação e combate ao trabalho escravo. O que aconteceu no caso do bilhete foi algo isolado e de responsabilidade de um único vendedor. Devemos ter a consciência que os vendedores que vendem na Aliexpress são independentes da empresa, portanto é injusto afirmar que a Aliexpress é trabalho escravo.

Sobre os boatos de trabalho escravo, o que te garante que a blusa caríssima ou celular de última geração que você comprou no shopping mais chique da sua cidade não foi produzido utilizando mão de obra escrava na China? Independente dos boatos sobre ser ou não mão de obra escrava, o fato é que não vou deixar de comprar as minhas coisas baratas na nossa querida Aliexpress!

E você, acha que existe trabalho escravo na China? Já recebeu algum bilhete contendo um pedido de ajuda junto com a sua encomenda?

Deixe seu comentário:

Deixe um comentário